PÉROLA



Minerando em turvos rios,
Escavando em densas minas,
Entre ecos de humanos sons,
Entre sons das mais tristes sinas,
Entre vales e mil colinas,
Entre zeros depois da vírgula,
Entre os muitos plurais da vida,
Encontrei em ti, Amiga,
O ouro que não garimpei,
A esmeralda que não escavei,
O som que não escutei,
A pérola, que sem buscar,
Achei!


- Fátima Irene Pinto -
* Dedicado a Sonia Soares


Proibida a cópia sem autorização da autora






Fale Comigo

Salvar em Favoritos

Voltar





Sonia Soares Copyright © 2006
Sob registro loucadepaixao.com
Webmaster Sonia Soares| Rio de Janeiro| Brasil